O que é e o que faz um designer de interiores?
Pular para o conteúdo

Designer de interiores: conheça a profissão e seus campos de atuação

Embora as semelhanças com a Arquitetura, o Design de Interiores tem foco total em ambientes pré-configurados.

Anúncios

designer de interiores
Fonte: Freepik

Planejar e organizar espaços internos residenciais e comerciais são funções que requerem bastante conhecimento e técnica. Por isso que um designer de interiores é extremamente importante para o trato com esses espaços.

Afinal, são eles os responsáveis pelas práticas projetuais que farão coexistir harmonicamente todos os objetos do espaço em questão. Isso pensando tanto na estética quanto no conforto e bem estar do cliente.

Anúncios

Partindo disso, hoje vamos desvendar um pouco mais a profissão de designer de interiores, começando pela sua função até os modos de ingresso na profissão. Confira a seguir!

O que faz um designer de interiores?

É função do designer de interiores o projeto, planejamento e organização de espaços internos com fins de conciliar tanto a estética quanto a funcionalidade e o conforto dos ambientes. Isso, claro, sempre pensando em cada pessoa que ocupará o espaço. Aliás, o profissional tende a visar a sustentabilidade em cada um de seus projetos.

Anúncios

É esperado do designer de interiores que a partir de normas e técnicas ele consiga pensar em espaços acessíveis a pessoas que possuam necessidades específicas. Obviamente, que o processo criativo necessita de muito estudo e pesquisa de referências projetuais.

E vale dizer que o desenho acaba sendo uma ferramenta essencial para se pensar os espaços. Além disso, já existem muitos softwares utilizados para a criação dos projetos de forma facilitada.

Tais ferramentas digitais corroboram para a representação realista dos espaços, de forma que o projeto ganhe em qualidade.

Qual a diferença entre Arquitetura e Design de Interiores?

É comum confundir arquitetura com Design de Interiores. Mas, embora se toquem em alguns momentos, são áreas distintas que merecem atenção. Isso porque a Arquitetura e Urbanismo permite ao profissional estar envolvido em projetos de edificações como centros urbanos, casas, edifícios etc.

Já o Design de Interiores é uma área cujo foco é o interior desses espaços. Ou seja, o designer de interiores trabalha com ambientes pré-configurados. Assim, a sua atenção é voltada para a qualidade dos espaços internos a fim de harmonizar cores, revestimentos, móveis etc.

Quais são os campos de atuação do profissional?

O designer de interiores pode ocupar diversas áreas. A começar pelo fato de que o profissional pode trabalhar como autônomo a partir de seu próprio escritório. Mas, o profissional também é requerido em escritórios de Arquitetura e de Engenharia.

Um outro campo de atuação do designer de interiores é o próprio comércio. Afinal, é comum encontrarmos o profissional em lojas de iluminação e ambientes planejados. Ou ainda, pode estar presente em marcenarias e serralherias, ao lado de profissionais capazes de desenvolver seus projetos.

E não é só isso! É muito comum vermos designer de interiores em grandes eventos, sendo responsáveis pela criação de estandes para grandes marcas, tais como os da Bienal do Livro. E nesta mesma esteira, os profissionais estão bastante presentes na criação cenográfica em cinemas e teatros.

Além disso, o profissional pode cursar uma especialização, trabalhando com projetos específicos. Como é o caso de designers mobiliários e de iluminação, este é responsável por projetos luminotécnicos.

E se quer conhecer uma área um tanto quanto peculiar, saiba que os designers de interiores podem também atuar em projetos aeronáuticos. Isso mesmo, planejando e organizando os espaços internos dos aviões.

Como ser um designer de interiores?

designer de interiores
Fonte: Freepik

Atualmente, existem 3 níveis de formação. Primeiro, encontramos o nível técnico, cuja duração é mais rápida, visto que varia de 1 a 1,5 ano. Também temos o nível superior tecnológico, em que a duração pode chegar até 3 anos. Por fim temos o bacharelado em Design de Interiores, em que o curso é mais longo, considerando que são 5 anos.

As disciplinas, no geral, visam auxiliar o estudante a entender o espaço a partir de seus fundamentos, além de lhe conceder repertório para a construção de seus projetos. Veja algumas das disciplinas que você pode encontrar em um curso de Design de Interiores:

  • História da Arte e do Design;
  • Teoria e Fundamentos do Design;
  • Desenho Técnico;
  • Linguagem Visual;
  • Conforto ambiental e Luminotécnica;
  • Ergonomia.

Ao longo do curso, o estudante também estará exposto a muitas disciplinas práticas, uma vez que precisa realizar práticas projetuais como atividades obrigatórias. Aliás, a execução de projetos é uma forma do estudante assimilar todo conteúdo teórico aprendido.

Gostou desta postagem? Então compartilhe com os amigos e família nas redes sociais. E para acompanhar mais conteúdos sobre carreira, fique atento ao site Infocu.

Aqui, você encontra diversos conteúdos para melhorar as suas qualificações profissionais e aumentar as suas chances de conseguir o emprego dos sonhos. Aliás, já conferiu as profissões em alta em 2023?

Gabriel Mello

Mestre em Filosofia e doutorando em Letras. Especialista em SEO, atua há 3 anos com planejamento, produção e revisão textual, garantindo a entrega de um conteúdo relevante e de impacto para e-commerce e e-business.