Saiba quais são os tipos de currículo e garanta sua vaga
Pular para o conteúdo

Conheça os tipos de currículo e saiba qual é o ideal para você

Lembre-se: seu currículo é sua carta de apresentação para o mundo profissional.

Anúncios

tipos de currículo
Fonte: Freepik

Ao se candidatar a uma vaga de emprego, você precisa elaborar um currículo. Desse modo, uma das decisões é escolher o mais adequado para destacar suas habilidades e experiências. Existem vários tipos de currículo, cada uma com suas próprias características e aplicações específicas.

Desde o formato tradicional, o currículo cronológico, até opções mais inovadoras, como currículos digitais. A diversidade de tipos de currículo permite que os candidatos personalizem sua apresentação de acordo com suas necessidades e objetivos profissionais. Veja a seguir quais tipos de existem.

Anúncios

1.   Cronológico

O currículo cronológico se destaca como um formato tradicional para apresentar sua trajetória profissional de forma organizada e clara. Nele, você narra sua história de trabalho em ordem cronológica inversa, começando pela experiência mais recente e retrocedendo no tempo até as primeiras experiências relevantes.

Para garantir a efetividade do cronológico, alguns elementos-chave são indispensáveis. Primeiro os dados pessoais, então inicie com suas informações de contato, como nome completo, endereço, telefone, e-mail e links para portfólios online ou redes profissionais. Certifique-se de que esses dados estejam atualizados e sejam fáceis de encontrar.

Anúncios

Depois vem o objetivo profissional. Então, defina com clareza e concisão seus objetivos de carreira, destacando suas aspirações profissionais e como elas se alinham com a vaga pretendida. Por fim, apresente suas experiências de trabalho em ordem cronológica inversa, começando pela posição mais recente.

Não esqueça da formação acadêmica, ou seja, liste seus diplomas e certificados em ordem cronológica inversa, começando pelo de maior relevância para a vaga. Inclusive, coloque também suas habilidades técnicas e comportamentais, principalmente aquelas que são mais relevantes para a vaga pretendida.

2.   Funcional

O currículo funcional se diferencia por apresentar suas habilidades e competências de forma destacada e estratégica. Sendo assim, foca nas suas qualificações para as demandas específicas do mercado de trabalho.

Para construí-lo, siga estes passos. Inicie com suas informações de contato, incluindo nome completo, endereço, telefone, e-mail e links para portfólios online ou redes profissionais relevantes. Em seguida, coloque com clareza seus objetivos de carreira, destacando suas habilidades e experiências mais relevantes para a vaga pretendida.

Depois, crie uma seção dedicada às suas habilidades e competências, agrupando-as por categorias relevantes para a vaga. Além disso, utilize verbos de ação no infinitivo para descrever suas habilidades e quantifique seus resultados sempre que possível.

Logo após vem as experiências de trabalho em ordem de relevância para a vaga, destacando as habilidades e competências que você utilizou em cada função. Finalizando com sua formação acadêmica em ordem cronológica inversa.

3.   Híbrido

O currículo híbrido surge como uma fusão entre os modelos cronológico e funcional, combinando as vantagens de ambos para apresentar um retrato completo e personalizado da sua trajetória profissional. Sendo assim, essa modalidade se destaca por sua flexibilidade e adaptabilidade.

Nesse sentido, a estrutura do currículo híbrido será da seguinte forma: comece pelos dados pessoais, assim como os anteriores. Depois apresente seu objetivo profissional e também suas habilidades e competências.

Por fim, apresente suas experiências de trabalho em ordem cronológica inversa, mas com foco nas habilidades e competências que você utilizou em cada função. E, claro, finalize com sua formação acadêmica, diplomas e certificados.

4.   Internacional

O currículo internacional, também conhecido como Europass, é um modelo padronizado de currículo desenvolvido pela União Europeia para facilitar a mobilidade profissional entre os países membros. Desse modo, sua estrutura e conteúdo visam apresentar as qualificações e experiências do candidato para recrutadores em todo o mundo.

Da mesma forma que os anteriores, comece com seus dados pessoais e também o objetivo profissional. Em seguida, diferentemente dos outros, apresenta sua formação acadêmica. Aliás, não esqueça de utilizar a nomenclatura oficial dos diplomas, de acordo com o Sistema Europeu de Educação Superior (EQF).

Então, apresente suas experiências profissionais. Inclusive, existe o método STAR (Situação, Tarefa, Ação, Resultado) para descrever suas realizações de forma estruturada. Além disso, mencione projetos internacionais em que você tenha participado, se for o caso.

Para finalizar, crie uma seção dedicada às suas habilidades e competências, agrupando-as por categorias relevantes para a vaga pretendida. E, claro, liste os idiomas que você domina, indicando seu nível de proficiência de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (CEFR).

Prontinho! Agora que você conhece alguns dos tipos de currículo que existem, personalize-o e mostre ao mercado o profissional que você é. Caso seja necessário, veja um guia definitivo para a sua entrevista de emprego. Até a próxima!

Gabriel Mello

Mestre em Filosofia e doutorando em Letras. Especialista em SEO, atua há 3 anos com planejamento, produção e revisão textual, garantindo a entrega de um conteúdo relevante e de impacto para e-commerce e e-business.